Tags

Direitos humanos são princípios básicos que todo ser humano precisa para viver com dignidade. Dentre estes direitos estão presentes os caráteres cívicos e políticos. A Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas  declarou que “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.”

Em 10 de dezembro de 1948, a Assembleia Geral da ONU universalizou os direitos humanos. Dois anos depois, em 1950 da mesma data, a Organização das Nações Unidas declarou o dia 10 de dezembro como o dia dos Direitos Humanos.

A filosofia alega que os direitos humanos consistem nos direitos naturais de qualquer pessoa. Em 1979 o Instituto Internacional de Direitos Humanos, Karel Vasak , considerou que os direitos humanos são inspiração da Revolução Francesa, por constituir do lema: liberdade, igualdade e fraternidade.

Os direitos de liberdade estariam inclusos nos direitos civis e políticos e de uma pessoa. Os de igualdade seriam os direitos aos acessos econômicos, sociais e culturais. A fraternidade se compara aos direitos ambientais, de qualidade de vida e do direito a uma vida saudável e em paz.

Devido ao avanço da tecnologia, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), incluiu os direitos tecnológicos como a quarta geração de direitos indispensáveis para uma pessoa, uma vez que eles promovem o acesso à informação e a todos estes direitos citados.

123

Em Portugal os números assinalam que ainda há muita desigualdade no acesso à habitação, infelizmente as pessoas que precisam de refúgios internacionais, afrodescendentes e ciganos estão dentro dessa “bandeja” É abissal o preconceito e a discriminação com as pessoas que vivem em condições mais pobres.

Também houve muitas ocorrências de maus-tratos, racismo e preconceito a pessoas reclusas e abuso de autoridades. Do mesmo modo, não ficaram de fora os crimes praticados contra as mulheres cometidos por homens, como: abuso, violação sexual e feminicidio. Todos esses fatores difundem a carência dos direitos humanos.

A importância dos direitos humanos é garantir que todos os cidadãos tenham direitos iguais perante a lei e que todos sejam livres para expressar-se. Além de promover e estabelecer a paz mundial, é essencial que esses direitos sejam garantidos para que não ocorra nenhuma opressão ou soberania de poder. Assegurar que direitos humanos serão preservados, também é apoiar relações pacificas entre todos os países.

Favorecer os direitos humanos é sustentar a ideia de que todo ser humano merece dignidade para viver e que será julgado perante uma justiça imparcial e humana. É incentivar que homens e mulheres independente de suas afetividades, religiões ou raça, tenham os mesmos direitos e liberdade mediante a uma sociedade no âmbito geral.

Esse artigo encontra-se publicado pela mesma autora no Jornal Cerveira Nova ANO XLIX ed: N.º 1100. 5 de  dezembro de 2019. pg : 4.